HLERA
Orkut
 

Samba-enredo da Nenê de Vila Matilde em 2008

Nenê de Vila Matilde
Um vôo da águia como nunca se viu! Também somos folclore do nosso Brasil
Nenê de Vila Matilde, 2008
http://www.nenedevilamatilde.com

Compositores: Nenê, Adriano Bejar e Sulu

Pra encantar a avenida
A aguia vem mistificar
De boca em boca, pai pra filho
O modo de agir, sentir e pensar (ô potiguar)
Câmara cascudo mostrou para o mundo
O folclore popular
Brasil da miscigenação, nosso povo estende as mãos
Vamos mestiçar
Costumes do Nordeste... Óxente, cabra da peste
Vem pro forró dançar, poeira levantar
Maracatu, festa junina
Boi-bumbá no Norte, Parintins, o ponto nobre
Pro mal olhado tem reza forte
O pajé pode salvar

Ferraduras e carrancas... Patuás
Quem foi que deixou o espelho se quebrar ?
No Centro-Oeste não pesque sem oração (porque)
Assombração vai te pegar


No Sul brinquei
De cabra cega e amarelinha
E reparei num lindo canto que ouvia
Até o saci se encantou
Não é chula, nem fandango
E perguntou: - que som é esse?
Que cadência diferente
Protegida pelos deuses
Me responda quem vem lá
Eu sou Nenê ! Da culinária, batucada e carnaval
No Sudeste a festa é pra valer
Folclore vivo nesse amanhecer

Minha escola de samba é evolução
Bateria de bamba, toca até jongo e baião
A nossa bandeira, manto sagrado
Gueto azul e branco, mito respeitado






 
HLERA | Gaspar | Flog | Baladas | Orkut | Agenda | Mensagens | Recados para Orkut | Web Designer | Orkut

HLERA.COM.BR ® 2002-2020 - Política de Privacidade
 
Web Designer